quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Promotoria vai investigar a qualidade do transporte escolar oferecido aos estudantes da rede municipal de Antônio Martins/RN

Resultado de imagem para transporte escolarO Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte, instaurou inquérito civil, para apurar a qualidade do transporte escolar oferecido aos estudantes da rede municipal de ensino de Antônio Martins/RN

O Promotor de Justiça Sílvio Ricardo Gonçalves de Andrade Brito, Representante do Ministério Público da Comarca de Martins/RN, mandou notificar a Prefeitura Municipal de Antônio Martins, requisitando que informe as medidas adotadas em face das irregularidades detectadas pelo DETRAN nos veículos usados no transporte escolar dos estudantes da rede municipal de ensino, por ocasião das inspeções realizadas nos anos de 2015 e 2016. (PORTARIA 2016/0000223963, publicada no DORN de 07/12/2016).

📢GP INFORMATIVO


Alvos de quadrilha, bancos são atacados no Oeste potiguar

Agência do Banco do Brasil foi alvo dos criminosos na madrugada desta quarta-feira (7) em Caraúbas (Foto: Divulgação/PM)

Uma tentativa de explosão a caixas eletrônicos terminou com vidraças de duas agências bancárias estilhaçadas por tiros, portas arrombadas e um carro incendiado. Pelo menos cinco criminosos participaram da ação criminosa, que aconteceu na madrugada desta quarta-feira (7) em Caraúbas, cidade da região Oeste potiguar. Segundo a Polícia Militar, não houve feridos e ninguém foi preso.

Ao G1, o capitão José Marcos de Carvalho disse que o principal alvo da quadrilha era o cofre da agência do Banco do Brasil, mas como o sistema de segurança foi acionado, os criminosos fugiram sem levar nada. Durante a fuga, os assaltantes atiraram nas vidraças do banco e também estilhaçaram os vidros da agência do Bradesco, que fica a menos de 100 do Banco do Brasil.

“O sistema de monitoramento do banco, que funciona em Brasília, me avisou que avia gente dentro da agência. Então, de imediato, solicitei reforço”, revelou o capitão.

Ainda de acordo com Carvalho, o equipamento de segurança disparou por volta das 2h30. “Eram cerca de 5 homens, que chegaram ao local em dois veículos, entre eles uma caminhonete. “A quadrilha já tinha até preparado a estrada, colocando grampos na pista. Cápsulas de munições foram encontradas no local”, acrescentou.

Durante as buscas pelos assaltantes, os policiais que atenderam a ocorrência encontraram um carro em chamas em uma estrada na zona rural do município. “O carro faz parte da fuga. Eles colocaram fogo do veículo para bloquear a estrada”, explicou o capitão.

Equipes da PM de cidades vizinhas foram acionadas para dar apoio, mas os criminosos conseguiram escapar.

A superintendência do Banco do Brasil foi comunicada do ocorrido.
Agência do Bradesco em Caraúbas também foi alvo de disparos durante fuga de criminosos (Foto: Divulgação/PM)


*G1 RN

A maioria das prefeituras do interior são omissas quanto a poluição sonora

O artigo 23, inciso VI da Constituição Federal, estabelece que também é de competência dos municípios proteger o meio ambiente e combater a poluição em qualquer de suas formas, porém o que se ver no interior do Estado, é a omissão ou negligência da maioria dos municípios potiguares, que não fiscalizam a poluição sonora com uso de equipamentos de som em suas mais diversas configurações, principalmente os chamados paredões de som, que frequentemente são utilizados em áreas residenciais, gerando riscos à saúde dos moradores, que são obrigados a se expor constantemente a essa situação.

Resultado de imagem para poluicao sonoraAo invés de cumprir com a obrigação constitucional acima referenciada, a maioria dos municípios deixam essa atribuição apenas para a polícia militar, que por sua vez, em muitas cidades, trabalha com apenas um ou no máximo dois policiais diariamente, sem condições até de atender certos tipos de ocorrências, sendo necessário inclusive, em alguns casos, solicitar reforço da sede dos batalhões ou companhias.

Ao expedir o alvará de funcionamento de bares, restaurantes, casas de shows, entre outros, as prefeituras deveriam notificar os proprietários que quando da utilização de equipamento de som em seus estabelecimentos, só serem usados com razoabilidade e cautela para não incomodar os moradores vizinhos, bem como para alertarem os clientes para não usarem som alto em seus veículos, sob pena de terem o seu alvará cassado e o estabelecimento fechado pela prefeitura, em virtude da má utilização. Porém a grande maioria das prefeituras, acham mais cômodo deixar esse problema para a polícia resolver, fazendo de conta que elas (prefeituras) não tem nenhuma obrigação. 

Talvez a maioria dos prefeitos não saibam ou fazem de conta que não sabem, que ao deixarem de exercer seu poder de fiscalização, poderão responder pelos crimes dos artigos 67 e 68 da Lei n.º 9.605/98, e ainda por improbidade administrativa ambiental, podendo sofrer as penas da lei, entre elas a perda do cargo público e a suspensão dos direitos políticos.

Moral da história: a população deve se impor e denunciar não só os poluidores sonoros, mas também denunciar ao Ministério Público, para que as prefeituras que ainda não estiverem, passem a exercer suas atribuições de fiscalizar esse tipo de conduta.

📢GP INFORMATIVO

Sejuc liga bloqueadores de celulares em Alcaçuz

A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) ativou na manhã desta quarta-feira (7) parte dos bloqueadores de sinal telefônico na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta. A ação aconteceu após a realização de várias operações externas para garantir a segurança da população. A Sejuc acredita que com o bloqueio do sinal as ordens para crimes diminuam e o tráfico de drogas seja totalmente neutralizado.

Por outro lado, a Secretaria de Segurança Pública (Sesed) já iniciou desde a semana passada a operação Guardião que visa garantir a segurança dos prédios públicos, transportes urbanos e coibir ações de terrorismo em Natal e no interior.

*190 RN

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Homem morre depois de ser atacado por enxame de abelhas no Paraná

Resultado de imagem para abelhas atacando homemUm homem de 36 anos morreu no fim da tarde desta segunda-feira (5) depois de ser atacado por uma enxame de abelhas em Cambé, na região de Londrina, no norte do Paraná, segundo o Corpo de Bombeiros.

A vítima foi encontrada por vizinhos próxima ao Patrimônio Caramuru, na zona rural do município. Ao chegar no local, os bombeiros já a encontraram em estado crítico, perto de uma represa.

Os socorristas ainda tentaram reverter o quadro na ambulância, mas sem sucesso. O corpo do homem vai ser levado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Londrina.

*G1 PR

Convite!


Entre em contato - E-mail: nossoparanarn@gmail.com